sábado, 19 de dezembro de 2009

Lei de incentivo beneficia projetos locais de cultura - Gisele Barcelos JM

Lei Estadual de Incentivo à Cultura vai beneficiar projetos do município no próximo ano. Ao todo, 1.259 propostas foram selecionadas e três serão desenvolvidas em Uberaba. As ações incluem a realização de concurso de quadrilhas de festa junina, festival estudantil de teatro e a gravação de um CD.
Idealizador da Caipirafesta, o animador cultural Beethoven Teixeira explica que a programação engloba um concurso de quadrilhas e de receitas culinárias envolvendo as comunidades rurais do município. Segundo ele, o primeiro passo será a elaboração do regulamento e, em fevereiro, começará a divulgação nos bairros rurais. O evento vai ser realizado em Peirópolis no mês de junho. Através da Lei de Incentivo à Cultura, haverá investimento de R$ 24 mil.
O autor do projeto salienta que, além da festa junina, os recursos serão utilizados para publicar um livro com as receitas de comidas típicas vencedoras do concurso. Beethoven espera reunir as comunidades de Santa Fé, São Basílio, Ponte Alta, Serrinha, Capelinha, Baixa, Santa Rosa e Peirópolis para a competição de culinária e de quadrilhas. “Onde não tiver quadrilha, vamos dar incentivo para que sejam organizadas. É uma atividade para resgatar essa tradição antiga no Brasil Central”, destaca.
Outra proposta aprovada é da Associação No Ato Cultura, Educação e Meio Ambiente, de Belo Horizonte. A instituição planejou um festival estudantil de teatro que passará por Barbacena, Uberaba, Governador Valadares e também na capital. O projeto recebeu R$ 197 mil para a turnê. Já o cantor uberabense Noel Dukamo conseguiu, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, R$ 24 mil para a gravação do CD Um “Q”.
Das 1.259 propostas habilitadas, 706 foram da capital e 553
do interior. O valor aprovado equivale a mais de R$ 203 milhões. Os empreendedores agora podem fazer a captação de verba junto à iniciativa privada. Os valores são deduzidos do ICMS devido.
Fonte: Jornal da Manhã

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Seminário debaterá direitos dos profissionais circenses

Será realizado no auditório Freitas Nobre, na quinta-feira (10), o 1º Seminário dos Palhaços Brasileiros. Os debates vão abordar temas como o cumprimento do artigo 29 da lei 6.533/78, que prevê o acesso dos filhos dos profissionais circenses às escolas públicas; a regulamentação da atividade de palhaço; a criação de projeto de lei em defesa da aposentadoria desses trabalhadores; a banalização da imagem do palhaço em manifestações populares e na mídia; e a instituição do dia nacional do palhaço.
A cerimônia de abertura está marcada para as 9 horas. Às 10 horas, será exibido o documentário “Uma Declaração de Amor pelo Circo”, da diretora Karina Rocha. Às 10h30, acontecerá uma palestra de José Carlos Santos Silva, conhecido como “Palhaço Plim Plim". Em seguida, às 11 horas, começará um debate com o escritor Carlos Neves.
A realização do seminário foi sugerida pelos deputados Paulo Rubem Santiago (PDT-PE), Antônio Carlos Biffi (PT-MS), João Matos (PMDB-SC) e Edigar Mão Branca (PV-BA).
Fonte: Agência Câmara
http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/143770.html

domingo, 6 de dezembro de 2009

Jornal de Uberaba destaca campanha do TEU

Acontece hoje, às 20h, no Teatro Experimental de Uberaba (TEU), a segunda apresentação da série de shows beneficentes promovida pela nova diretoria. A estreia aconteceu na semana passada e trouxe o grupo Chorocultura. Agora, O "TEU Clássico & MPB" terá a apresentação de Wilson Borges e Noel Dukarmo. Os ingressos custam R$ 10 a inteira e R$ 5 a meia. Idosos também pagam metade. Toda a renda será revertida para a manutenção da ONG.
Desde que assumiu a presidência do TEU, em 20 de novembro, Carlos Perez - Cacá está promovendo uma série de apresentações culturais que levam o nome do teatro em busca de recursos.(...)

Leia na íntegra:
http://jornaldeuberaba.com.br/?MENU=CadernoA&SUBMENU=Cidade&CODIGO=34127

Reportagem de Rodolfo Natálio

Cultura e Arte - Rose Dutra do JM (04-12) divulga eventos no TEU

Presépio Vivo, sob a coordenação de Eduardo Lima, será a atração do dia 12 de dezembro (sábado), às 18h*, no palco do Teatro Experimental de Uberaba (TEU), localizado na rua Padre Zeferino, com ingresso de valor simbólico, revertido para a ONG que apoia a cultura na cidade. Hoje, a programação destaca Clássico & MPB, às 20h, com os músicos Wilson Borges e Noel Dukarmo. Na sexta que vem, dia 11, será a vez do evento TEU Jazz, com Carlos Valeriano & Convidados.

*Obs: O horário do Presépio possivelmente mudará para as 20 horas, no sábado dia 12.



TEU Clássico & MPB em prol do TEU

No último dia 4 tivemos o TEU CLÁSSICO & MPB com a participação dos músicos Wilson Borges e Noel Dukarmo. Na I Parte Wilson nos encantou com o seu violão, interpretando magistralmente peças renascentistas, barrocas e brasileiras, destacando os compositores Paulinho Nogueira e Rigoletto de Martino com o seu famoso "Hino do Uberaba Sport Club". A intenção era homenagear o clube pela conquista da Taça Minas Gerais, no entanto, o momento foi também de indignação frente ao episódio da perda do estádio "Boulanger Pucci", sede do USC, divulgada na imprensa exatamente naquele dia 4 de dezembro. Wilson pediu para que eu dissesse algo a respeito. Me dirigi à platéia perguntando o porquê os empresários do consórcio "vencedor" do leilão e a PMU não se juntam para apoiar o Uberaba Sport, agregando suas marcas ao clube centenário. Se no futebol, que é uma paixão nacional, a mentalidade dos empresários é essa, imagine o que sobrea para a cultura.
Na II Parte Noel Dukarmo e banda se apresentaram, interpretando músicas do CD autoral VERDADES MUSICAIS. Marly Gonçalves (flauta), Thiago Vieira (bateria), Aulete Maia (baixo), Douglas (violão) e Willian (teclado) deram um colorido especial às composições de Noel Dukarmo.
Vale lembrar que os músicos se apresentaram voluntariamente em prol do TEU. Ao final, Noel fez a doação de 50 cds de sua autoria para a ong, que estará disponível nas lojas do ramo em breve. Agradecemos aqui, masi uma vez, o espírito solidário desses artistas que não medem esforços na defesa de nossa cultura.
O Livro de Ouro foi lançado durante o show e está aberto a quem puder contribuir.

Coluna FALANDO SÉRIO de Wellington Ramos no JM destaca o TEU

Pires na mão. Teatro Experimental de Uberaba precisa levantar de R$ 3,5 mil a R$ 5 mil para bancar despesas com consultoria jurídica, cartório, Receita Federal e tributos municipais e estaduais. Sem isso, continuará com sua situação jurídica complicada e impossibilitado de captar recursos oficiais de incentivo à cultura. E, lamentavelmente, a população não tem correspondido às iniciativas do TEU de conseguir verbas a partir de espetáculos artísticos de ótimo nível.
É muita gente lamentando e pouca ajudando.

Uberaba se destaca na II Conferência Estadual de Cultura


Uma das Delegadas por Uberaba que participaram da II Conferência Estadual de Cultura, Tânia Mara, me ligou no sábado para dar uma ótima notícia: a eleição de Rodrigo Mateus, pelo Poder Público e André Azevedo, pela Sociedade Civil, que representarão 2 das 4 vagas do Triângulo Mineiro na II Conferência Nacional de Cultura a  realizar-se em março de 2010 em Brasília. Outro Delegado do Triângulo eleito, é o nosso amigo Marco Aurélio Querubim, do Grupo EMCANTAR,  que faz um excelente trabalho na região, representando Araguari.
A II Conferência aconteceu entre os dias 2 e 4 de dezembro na Assembléia Legislativa de Minas Gerais em BH. Foi uma grande vitória para Uberaba já que não tivemos Delegados na I Conferência Estadual, sem representação na Nacional consequentemente. Em contraponto à recente notícia de que Uberaba teve redução no ICMS Cultural, temos agora uma boa notícia com a eleição dos companheiros de Uberaba. Tânia destacou a ótima organização e condução da mesa diretora da Conferência, tecendo elogios à Deputada Estadual Gláucia Brandão - Presidente da Comissão de Cultura da Assembléia Legislativa de Minas Gerais . As disputas típicas de todo processo eleitoral também não ficaram fora da pauta, com resultado positivo, buscando a qualidade e a defesa dos princípios democráticos do Programa Nacional de Cultura.
Destaque para a Secretária de Cultura de Uberlândia, Monica Debs, mediadora dos debates, que nos presenteou no primeiro semestre, com o PMIC - Plano Municipal de Incentivo à Cultura, servindo de referência na elaboração do nosso Plano Municipal.
Apesar de eu ter sido eleito Delegado, infelizmente não pude comparecer à Conferência, em decorrência de incompatibilidade de datas já programadas pelo TEU, com eventos beneficentes à ong, da qual assumi a Presidência recentemente. No entanto, Beethoven Teixeira esteve na Conferência me substituindo e representando não só o TEU mas toda a sociedade civil, da qual é um incansável defensor, além da própria Tânia, associada do Teatro Experimental de Uberaba, da qual nos orgulhamos imensamente.
Participe, envie seu comentário sobre a Conferência e vamos juntos fortalecer nossa região, estado, país.
Parabéns Triângulo Mineiro e sucesso aos nossos 4 representantes.

Foto: Assessoria de Imprensa da FCU

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Encontro de Artistas com o Deputado Nárcio e Fundação Cultural no Vera Cruz

Vários representantes da comunidade artística e cultural da cidade estiveram reunidos na manhã de sábado (28) com o presidente da Fundação Cultural de Uberaba (FCU), Rodrigo Mateus e o Deputado Federal Nárcio Rodrigues (PSDB/MG). O encontro aconteceu no hall de entrada do Cine Teatro Municipal Vera Cruz e tratou sobre projetos estruturantes para a política cultural da cidade no ano de 2010.


A reunião, pedida pelo deputado, teve como objetivo a análise das necessidades dos segmentos, pois o deputado pretende viabilizar recursos para a área cultural da cidade em 2010. Nárcio Rodrigues é um dos deputados que mais possuem emendas individuais ao orçamento do Ministério da Cultura e tem mantido contato direto com a FCU.


Durante a reunião Nárcio Rodrigues falou sobre a importância da cultura na vida de todos: “A arte é a grande ferramenta na construção da cidadania. Nossa cidade tem um potencial extraordinário em todas as áreas da cultura, nós só precisamos detectar isso e trabalhar juntos para colocar Uberaba novamente no topo das atividades culturais”, elencou o deputado.


O presidente da Fundação Cultural, Rodrigo Mateus de Oliveira Signorelli, ressaltou a importância desses encontros: “certamente nós só iremos realizar grandes projetos se nos reunirmos desta forma. A cada novo encontro, mais pessoas interessadas comparecem e elas não representam a si mesmas, mas sim instituições e segmentos que  tornam nossas reuniões ainda maiores” afirmou Mateus.


O deputado Nárcio Rodrigues confirmou que duas emendas parlamentares de sua autoria irão viabilizar a reforma do galpão da Mojiana, que abrigará o Arquivo Público de Uberaba e passará a se chamar “Estação Memória” e também a construção da sede própria da Casa do Artesão. Reafirmou que pretende destinar mais uma emenda ao projeto de construção da “Alameda Literária” na rua Comendador Quintino, espaço para atividades ligadas ao incentivo do livro e da leitura, em parceria com a Prefeitura Municipal.     

Uma comissão formada pelo presidente da FCU, Rodrigo Mateus, a diretora do Arquivo Público e o Professor Gilberto Caixeta, assessor de Nárcio, iráreceber e formatar outras propostas até janeiro de 2010.

Marcela Pires -
Assessora de Comunicação -
Fundação Cultural de Uberaba



Na oportunidade o TEU - Teatro Experimental de Uberaba se fez presente com a participação de vários diretores e conselheiros. Projetos nas áreas de capacitação profissional e eventos culturais durante o ano de 2010, comemorando os 190 anos de Uberaba e os 45 anos da entidade serão priorizados e entregues também à assessoria do Deputado Nárcio, com o apoio da Fundação Cultural.
Vale destacar a articulação do Presidente da FCU, Rodrigo Mateus, empenhando-se na otimização do potencial político cultural de Uberaba.
Os artistas se fizeram presentes em grande número, atendendo à convocação da FCU, esperançosos de que novos recursos possam atender à grande demanda cultural do município.
Destaquei a Lei de Incentivo Cultural criada pelo atual assessor do Deputado, o ex vereador e professor de História, Gilberto Caixeta, mas que  não foi bem aproveitado pelos governos municipais, sendo uma das prioridades para 2010, juntamente com o Fundo Municipal de Cultura.
Parabéns ao Deputado Federal e à FCU pela iniciativa.

sábado, 21 de novembro de 2009

NOVA DIRETORIA E CONSELHO FISCAL DO TEU SÃO ELEITOS

Foi realizada no dia 20 de novembro às 16 horas na sede da ong TEU - Teatro Experimental de Uberaba, a Assembléia Geral da entidade para deliberar e aprovar os seguintes encaminhamentos:

1- Regularização da situação jurídica da associação com a ratificação das atividades e das eleições anteriores do TEU;
2- Atualização de cadastro dos associados do TEU;
3- Aprovação do novo estatuto do TEU;
4- Eleição e posse da Diretoria e Conselho Fiscal do TEU;
5- Oficialização dos endereços eletrônicos do TEU.

A Assembléia foi presidida por mim, Carlos Perez, e secretariada pela advogada Naiana Moreno.
Após a leitura e aprovação do novo estatuto foi encaminhada a eleição e posse da nova Diretoria e Conselho Fiscal, que ocorreu por aclamação, ficando assim formada:

Diretoria Executiva:
Presidente: Carlos Marcos Perez Andrade
Secretário: Eduardo Lima dos Santos
Tesoureira: Mirna Luisa Moreira Miranda
Diretor Adjunto: Beethoven Luis de Resende Teixeira

Conselho Fiscal:
José Maria Ferreira Madureira
Emílio César Sabino de Freitas
José Humberto Fernandes Rodrigues
Suplente: Osmar Baroni

Outros assuntos de interesse da entidade foram tratados, entre eles o estudo de convênio do TEU com a Prefeitura Municipal de Uberaba, projetos com o Ministério da Cultura e requerimentos à Câmara Municipal de Uberaba para participar de emendas orçamentárias em 2010, quando a entidade completará 45 anos de fundação e a cidade de Uberaba 190 anos, lembrando que o TEU possui o título de utilidade pública municipal desde 1976 e utilidade pública estadual desde 1978.

Destacamos que foi escolhida a data de 20 de novembro em homenagem a Zumbi, exemplo máximo de resistência, luta pela liberdade e acolhimento aos mais necessitados, sendo o Dia da Consciência Negra. Curiosamente a morte de Zumbi aconteceu em 1695 e o ano de criação do TEU em 1965.

Aproveitamos a oportunidade para agradecer a participação da Rádio JM, que fez a cobertura ao vivo de nossa Assembléia Geral bem como do Jornal de Uberaba pela cortesia na publicação do edital.

Atenciosamente,

Uberaba, 21 de novembro de 2009

Carlos Marcos Perez Andrade
Presidente do TEU

O TEU NÃO É MEU NEM SEU, É NOSSO!

sábado, 14 de novembro de 2009

Uma ONG está à frente do Teatro Experimental de Uberaba - Jornal de Uberaba

A política cultural de Uberaba começa a se adequar ao Sistema Nacional de Cultura (SNC), tanto na teoria como na prática. Esse avanço foi consolidado basicamente após a realização da II Conferência Municipal de Cultura. Segundo o associado da ONG do Teatro Experimental de Uberaba (TEU), Carlos Perez, o Município necessitava muito de um Plano Municipal de Cultura que, com as melhorias no SNC, começa a ser desenvolvido.(...)
O associado da ONG do TEU, Carlos Perez, acrescenta que o ano que vem será, também, de muitas realizações para o segmento cultural da cidade como um todo. "Será um ano de grandes comemorações, como o aniversário de 190 anos de Uberaba e os 45 anos de fundação do TEU."
Carlos Perez ainda revela que boas notícias estão por vir, como uma grande parceria com a Fundação Cultural de Uberaba, que, em breve, serão anunciadas.
"A ONG vai continuar trabalhando a todo vapor nos próximos anos, sempre com o objetivo de apoiar e fomentar as atividades culturais do nosso município", finaliza o associado.
Renata Vendramini
Leia a reportagem na íntegra:

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Assembléia Geral - 20 de novembro às 16 h. no TEU - Eleições internas e outros

TEU - TEATRO EXPERIMENTAL DE UBERABA
Edital de Convocação
O representante de 1/5 dos associados do Teatro Experimental de Uberaba - T.E.U., Carlos Marcos Perez Andrade, em conformidade com arts. 60 e 662 do Código Civil e arts. 20, 21 e 35 do estatuto, convoca todos associados desta entidade para uma Assembléia Geral Extraordinária a ser realizada no dia 20 de novembro de 2009, às 16 horas, na sede própria sito à rua Padre Zeferino 988, Fabrício, Uberaba-MG para deliberar sobre: 1. Regularização da situação jurídica da associação com a ratificação das atividades e das eleições anteriores; 2. Aprovação do novo Estatuto do Teatro Experimental de Uberaba – T.E.U.; 3 - Eleição e posse da Diretoria e Conselho Fiscal; 4 - Outros assuntos de interesse da entidade. Conforme arts. 20, alínea “e” e 23  do estatuto, a Assembléia funcionará na primeira ou na segunda chamada (esta 1 hora após a primeira) com pelo menos 2/3 (dois terços) dos associados efetivos quites.
Uberaba, 11 de novembro de 2009
Carlos Marcos Perez Andrade

domingo, 1 de novembro de 2009

II Conferência Municipal de Cultura - Avaliação

A política cultural de Uberaba tem muito que comemorar. A II Conferência Municipal de Cultura atingiu suas metas e agora nosso município começa a entrar de forma consistente no Sistema Nacional de Cultura - SNC, na teoria e na prática.


A cidade carecia de um Plano Municipal de Cultura, que começa agora a ser esboçado e traçado.

Através dos eixos temáticos nacional e fóruns setoriais focados nas questões locais, encaminhamentos de propostas foram apresentadas e serão defendidas pelos Delegados eleitos, em âmbito estadual, e pelos Conselheiros eleitos, em âmbito municipal.

Em breve deverá ser convocada nova assembléia para composição das câmaras temáticas, com 2 representantes de cada área, sendo 1 titular e 1 suplente.

Uma Lei Municipal de Incentivo à Cultura já está em estudo, e o Fundo Municipal, criado em 2005 deverá agora receber recursos para seu pleno funcionamento.

Uma das propostas apresentadas na Conferência diz respeito a uma maior participação do segmento cultural em relação ao Plano Plurianual – PPA, Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO e Lei Orçamentária Anual – LOA, que são instrumentos legais já implementados no município e que são mecanismos contemplados no Sistema Municipal de Cultura, inserido no SNC, criado pelo Ministério da Cultura.

Em 2010, ano que Uberaba completa 190 anos, a cultura estará em festa. O TEU – Teatro Experimental de Uberaba completará 45 anos de fundação e boas notícias de parceria com a Fundação Cultural de Uberaba em breve serão anunciadas.

Tudo, no entanto, começa a partir do sonho daqueles artistas e agentes culturais que nunca desistiram. Pessoas anônimas que muitos daqueles que puderam participar da II Conferência Municipal de Cultura, sequer conhecem ou reconhecem. Posso dizer que sou um desses sonhadores que nunca desistiu da cultura de Uberaba. Posso dizer também que fui um dos responsáveis pela realização da votação no Conselho Municipal de Políticas Culturais, e o Presidente da Fundação Cultural é testemunha disso. Digo isso porque tive a infeliz experiência de ver alguns participantes da conferência negarem meu direito a voto para Delegado, após episódio atípico. Mas felizmente, a maioria da plenária legitimou minha participação. Fui eleito Delegado, entre os 11 que irão representar Uberaba, e possivelmente meu voto não faria diferença para que eu fosse eleito, mas é triste perceber que pessoas tão jovens e principalmente outras com décadas de vivência na área cultura, e sabedoras de minha história, e que até julgava amigas, puderam ser autoras de ato tão cerceador. Uma das prerrogativas do SNC é o direito à participação e contra atos de discriminação e intolerância. Aliás, uma proposta minha, incluindo os povos indígenas como uma das áreas a serem defendidas pelo Conselho Municipal e no Cadastro Cultural, aprovada pela plenária, teve, por incrível que pareça, votos contrários. Ou seja, em todos os níveis, até mesmo no segmento cultural, encontramos um micro-universo de nossa sociedade brasileira, com suas virtudes, mas também com suas mazelas.

Cabe a todos nós, sociedade civil organizada e representantes do Poder Público, investirmos na educação e cultura de nossas crianças e jovens para que essa realidade no futuro seja apenas uma triste lembrança.

Porém, a hora agora é de comemorar o início de uma nova era para a cultura de Uberaba.

Por isso, parabéns aos artistas, produtores, agentes culturais, gestores de entidades culturais, Fundação Cultural, Prefeitura Municipal e Câmara Municipal de Uberaba, que se uniram para construir um Sonho Real, como já dizia Lô Borges.

Não poderia encerrar sem agradecer o apoio de todos aqueles que participaram da conferência, me apoiaram e me confiaram seus votos, permitindo que pudesse representá-los em Belo Horizonte. Meu muito obrigado ao Presidente da FCU, Rodrigo Mateus, que sempre está aberto para acolher nossas sugestões e solicitações, extensivo a toda sua equipe. A todos os associados do TEU, especialmente à companheira Tânia Mara Garcia, de importância inestimável na construção de uma nova política cultural do município, mas principalmente por ser amiga fiel e defensora incansável de valores humanos que andam um pouco esquecidos pela nossa sociedade. À minha companheira e aos meus filhos, e à memória de minha mãe que sempre esteve ao meu lado e ainda que eu estivesse desencantado sempre me dizia: “Amanhã é um novo dia”. Assim seja.

Carlos Perez

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

sábado, 24 de outubro de 2009

Fundo Estadual de Cultura não aprova projetos de Uberaba

"Repetindo a situação do ano passado, Uberaba não teve projetos selecionados pelo Fundo Estadual de Cultura (FEC). Cinco propostas da cidade disputavam os recursos, sendo duas apresentadas pelo Poder Público. Em 2009, 147 projetos foram aprovados, totalizando R$ 9 milhões em investimentos para o setor cultural." (...)
Gisele Barcelos - Jornal da Manhã
Mais informações:

Minc destina recurso para reforma dos galpões da Mojiana - JM

Presente ontem em Uberaba, o ministro interino de Cultura, Alfredo Manevy, assinou termo de cooperação com a Prefeitura assegurando cerca de R$ 1,250 milhão para retomar o projeto de reforma do galpão na estação Mojiana e também para construção da sede própria da Casa do Artesão. Apesar do anúncio, ainda não há data prevista para liberar a verba.(...)
Rodrigo explica que o galpão da Mojiana será reformado para abrigar o Arquivo Público de Uberaba e também o Museu da Música Sertaneja, projeto emperrado após lançamento no início do ano passado. Para a sede do Arquivo serão disponibilizados R$ 600 mil para a primeira etapa da obra que terá, no galpão de 1.140m2 da Rede Ferroviária, três salões para o arquivo do acervo histórico, salas de consulta, cópia digital, biblioteca, auditório, documentação, direção, administrativo, departamentos de fotografia, mídia e pesquisa, almoxarifado, estúdio, microfilmagem e câmara escura. (...)
Depois da solenidade, o ministro também percorreu o entorno do Grupo Brasil para avaliar a possibilidade da criação de uma alameda cultural na região, aproveitando o panorama histórico do local. A proposta, segundo Rodrigo, é fechar a rua Comendador Quintino e transformá-la num espaço com casas de literatura, cinema e teatro. “Por enquanto, houve apenas uma discussão inicial. É um projeto só para o ano que vem”, encerra.
Leia mais em

sábado, 17 de outubro de 2009

II Conferência Municipal de Cultura - Convite Fundação Cultural de Uberaba

Estão abertas as inscrições para a II Conferência Municipal de Cultura, que acontecerá nos dias 29 e 30 de outubro, no Centro Administrativo da PMU. A iniciativa da Fundação Cultural de Uberaba é uma das etapas preparatórias para a II Conferência Nacional, a ser realizada em Brasília, de 11 a 14 de março de 2010.
No dia 29 de outubro, quinta-feira, o evento terá início às 19h30, e no dia 30, sexta-feira o período será das 08h às 18hs. Segundo o calendário estabelecido pelo Ministério da Cultura, os municípios terão prazo até 31 de outubro para realizar as conferências municipais de cultura.
Os principais objetivos da Conferência são a discussão do cenário cultural da cidade, por meio da participação de artistas, produtores, gestores, patrocinadores, agentes culturais, entidades e cidadãos, visando a criação do Plano Municipal de Cultura, que irá nortear as principais ações culturais da cidade nos próximos anos.
Durante a Conferência será também realizada eleição para nomear os novos membros do Conselho Municipal de Políticas Culturais.
As inscrições podem ser feitas até dia 28 de outubro através do portal:
www.uberaba.mg.gov.br/fundacaocultural
Lisete M.A.Resende

Departamento Projeto da Fundação Cultural
Uberaba34 3331 9200 / 9666 7448/ fax:3313 0819


Na ocasião acontece também a eleição dos Delegados Municipais para a Conferência Estadual, onde serão votados os Delegados Estaduais para a Conferência Nacional. Vamos participar.
Saiba mais sobre o Sistema Nacional de Cultura clicando aquiSNC ou sobre a logomarca SNC à esquerda do blog. Abraços. Cacá.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

sábado, 10 de outubro de 2009

Zuzu assume novo cargo polêmico na FCU

Mixuruca. Foi muito frágil a tentativa do presidente da Fundação Cultural, Rodrigo Mateus, de convencer sobre a criação do cargo de diretor de assuntos institucionais, que, na verdade, deveria ser vice-presidente, conforme a vontade do governo. Segundo ele, o novo cargo pouco vai impactar. Diz que apesar do salário da ordem de R$ 5 mil para a nova função, a diferença contábil na Fundação será de R$ 1,6 mil, tendo em vista que o órgão passou por enxugamento.Certo mesmo é que a mãe máquina municipal, neste ano pré-eleitoral, vai abraçando correligionários. Além da confirmação de Wellington Félix, o Zuzu, do PCdoB, para a tal diretoria na FCU, é só aguardar quem será nomeado para o vistoso cargo criado esta semana para assessor de tecnologia da informação. Aposto em jovem político.
Fonte: http://jmonline.com.br/novo/?colunas,19,ALTERNATIVA

Veja minha avaliação sobre a reportagem no artigo abaixo.
Carlos Perez

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Novo cargo na Fundação Cultural gera polêmica

Seis por meia dúzia. Criação de mais um cargo público solicitado pelo prefeito Anderson Adauto foi aprovado, ontem, pelos vereadores de Uberaba. Enquanto fala em crise e faz cortes em áreas básicas, a cada dia a máquina sofre alteração em seu organograma, em altos cargos. O projeto original previa a implantação de vice-presidência para a Fundação Cultural com salário da ordem de R$ 6 mil (mais de 12 salários mínimos) mensais. Diante da sapateada de Marcelo Borjão, mudaram a redação, alterando o cargo para diretor de relações institucionais, com remuneração caindo em apenas R$ 700. O plenário disse amém, à exceção de Borjão e Itamar Rezende, que votaram contra. É uma vergonha!

Direção certa. O projeto não diz, mas comenta-se que a função visa a contemplar Wellington Félix, o Zuzu, do PCdoB, uma amarração política num ano pré-eleitoral. Concordo com o vereador Marcelo Borjão de que a medida abre precedentes para que outros cargos sejam criados. Eu continuo tentando, mas não entendendo a matemática do atual governo, que fala em crise aguda, inclusive com dívidas com o Instituto de Previdência do Servidor e renegociação de repasses a instituições assistenciais. A própria Fundação mesmo, há poucos meses, alegou dificuldade em acertar valores mínimos devidos a título de cachê para artistas contratados pela direção anterior do órgão. Alguém entende?
Fonte: http://www.jmonline.com.br/novo/?colunas,19,ALTERNATIVA

Após recente audiência pública sobre cultura, onde o Presidente da FCU admite atrasos de até 4 meses para pagamento de artistas, fornecedores e outros; falta de planejamento na política cultural; desativação de praticamente 4 anos do Conselho Deliberativo da FCU e 2 anos do Conselho Municipal de Cultura; verba em torno de 3 milhões de reais/ano para a entidade, basicamente para pagamento de funcionários; distanciamento e desconfiança da classe artística, além de outros problemas que Rodrigo Mateus de forma transparente teve a coragem de expor para todos os presentes na audiência promovida pela Câmara, vemos agora a notícia da tentativa de criação de uma Vice-Presidência na FCU, parciamente não autorizada pelo legislativo.
É no mínimo inoportuno tal propósito.  Em um momento onde busca-se a retomada da confiança do segmento artístico e o uso mais eficiente da verba pública para a cultura, tal notícia não se encaixa na proposta. O valor acrescido em si pode até ser baixo, dependendo do ponto de vista, mas para o artista uberabense que tem de literalmente "passar o chapéu" para ganhar míseros trocados, convenhamos, R$1.600 reais mensais, somam quase 20 mil/ano, sem falar no valor total do cargo em questão, de 5 mil mensal, chegando a 60 mil/ano. Com tal soma daria para apoiar dezenas de grupos locais, que verdadeiramente trabalham em pró da cultura uberabense, de forma praticamente voluntária e até apostólica, como bem diria o vereador José Severino.
Quando fazemos a conta, então, do montante anual recebido pela FCU, e a porcentagem que é efetivamente para projetos culturais, a situação fica ainda mais complexa. Obviamente que seu Presidente sabe disso e expôs para todos a real situação da entidade, se comprometendo a mudar esse quadro com a criação do SMS-Sistema Municipal de Cultura.
Politicamente no entanto, não haveria pior momento para o PCdoB pleitear tal mudança. Talvez a recente posse da ex-vereadora Marilda, mais do que merecida, à frente da Coordenadoria da Mulher, trazendo maior visibilidade ao PT, tenha sido um dos motivos dessa "mexida" de mal gosto na Fundação Cultural.
Quero aqui parabenizar os Vereadores Itamar e Borjão que votaram contra essa mudança.
Que novos dias realmente venham, com a Lei de Incentivo, Fundo Municipal e Conselho Municipal de Cultura, mas também com um pouco de bom senso, que não faz mal a ninguém.
Carlos Perez (Cacá)

domingo, 4 de outubro de 2009

"No aconchego das histórias"


O curso de Letras da FAZU participa do lançamento do Projeto Ponto de Leitura em Delta


A prefeita da cidade de Delta, Lauzita Rezende da Costa, a diretora do departamento de Educação,  Maria Tereza Camilo Lima e a comunidade da cidade receberam Vânia Maria Resende,  coordenadora do Projeto Leia e Passe Adiante, Kátia Maria Capucci Fabri, coordenadora do curso de Letras da Fazu e a professora do curso Marise Soares Diniz, para o lançamento do Projeto Ponto de Leitura. Esse projeto é um prêmio recebido do Ministério da Cultura, que conta com mais de 600 obras de literatura infantil, juvenil e adulta, e, ainda, CDs, DVDs, mapas, computador e mobiliário específico para a montagem de um ponto de leitura.
O projeto esteve inicialmente na biblioteca da FAZU e agora permanecerá por 10 meses na Biblioteca Municipal de Delta. De acordo com Kátia o lançamento foi uma festa, no Clube do Idoso, celebrando a importância da leitura para a construção da cidadania. 
O curso de Letras da FAZU é parceiro no projeto, oferecendo aos professores e funcionários de biblioteca, por meio do departamento de Educação, suporte pedagógico com oficinas de contação de histórias, minicursos sobre leitura e literatura, mesa-redonda discutindo a obra de Ziraldo, dentre outras atividades.
Para Kátia Fabri esta parceria é muito bem-vinda, pois ajuda a desenvolver um dos princípios norteadores da proposta pedagógica do curso que é a relação contínua entre teoria e prática: “é um fazer sustentado em um dizer”.
Para Marise Diniz, professora de estágio, o projeto se constitui em mais uma oportunidade de atuação direta dos alunos do Curso de Letras em ações educativas que visem a despertar o gosto pela leitura e o desenvolvimento de atividades culturais.

Monica Cussi
Assessori
a de Comunicação
FAZU - Faculdades Associadas de Uberaba

domingo, 27 de setembro de 2009

Cultura agitou plenário da Câmara - Mara Santos - JM

Audiência Pública sobre cultura realizada na noite de sexta-feira, no plenário da Câmara Municipal, resultou na apresentação de quatro propostas para implantação do Sistema Municipal de Cultura de Uberaba. A audiência foi conduzida pelo presidente da Comissão de Educação e Cultura da Câmara, vereador Carlos Alberto de Godoy (PTB), e a mesa foi composta pelo presidente da Fundação Cultural de Uberaba, Rodrigo Mateus, diretor cultural da FCU, Antônio Carlos Marques, e representante da ONG TEU, Cacá Perez. A reunião contou ainda com a presença dos vereadores José Severino Rosa (PT) e Luiz Humberto Dutra (PDT).
Godoy ressaltou que o momento era para discutir uma cultura estruturante e do encontro sairia um protocolo de intenções a partir da lei de incentivo à cultura. Rodrigo Mateus apresentou aos presentes a estrutura da Fundação Cultural e propostas que devem ser colocadas em prática ainda este ano. Ele ainda revelou que existem problemas na instituição, como, por exemplo, de ordem financeira, o atraso no repasse do duodécimo por parte da Prefeitura referente há três meses, mas isso deve ser resolvido, segundo ele, até o fim do ano.
A preocupação da classe artística é se o sistema não for implantado dentro do prazo, até 31 de outubro. Uberaba não terá direito aos recursos liberados pelo governo federal.
Na avaliação de Cacá Perez, a reunião foi positiva. Ele lembrou que desde 2005 a classe artística não se reunia com a diretoria da Fundação Cultural e fez duras críticas aos antigos gestores da FCU.
Na oportunidade, o presidente da Fundação, Rodrigo Mateus, fez um diagnóstico da instituição. A insatisfação e a desconfiança da classe artística frente à instituição também foram alguns pontos ressaltados pelo presidente.
No final da audiência foram encaminhados quatro documentos ao presidente da FCU, sendo uma proposta da ONG TEU para política cultural do município. Uma segunda proposta de estudo para a Lei Caixeta, outra proposta de relacionada ao anteprojeto do Sistema Municipal de Cultura e uma última baseada na Lei de Incentivo à Cultura e Fundo Municipal de Cultura de Uberlândia. Cacá afirmou que parte desta documentação já havia sido entregue à Câmara de Vereadores em outubro de 2008 e em reuniões convocadas pela Comissão de Educação e Cultura.
A classe artística propôs ainda a criação de uma comissão ampliada para enviar ofício à UFTM solicitando a implantação das Faculdades de Música, Artes Visuais e Artes Cênicas, Filosofia e Ciências Sociais.
Fonte: Jornal da Manhã
http://www.jmonline.com.br/novo/?noticias,6,POL%CDTICA,15988

Avaliação da Audiência Pública-Cultura

Que eu me lembre, desde 2005 que não se reuniam os artistas com a Fundação Cultural.

A iniciativa partiu da Câmara Municipal através da Comissão de Educação e Cultura.
O Presidente da Comissão, Vereador Godoy, presidiu a audiência. A mesa foi composta pelo Presidente da FCU, Rodrigo Mateus, Antonio Carlos Marques, Diretor Cultural da FCU, e eu representando a ong TEU – Teatro Experimental de Uberaba.

Na plenária, dezenas de artistas de vários segmentos, diretores e grupo de trabalho da ONG TEU, Trupe Doom, Grupo Todo Um de Teatro, representantes de entidades culturais, Arquivo Público, e membros do Conselho Deliberativo da Fundação Cultural.
Em sua fala, Rodrigo Mateus fez um diagnóstico da Fundação Cultural, transparente e corajoso. A gestão cultural sem objetividade e metas, e a insatisfação e desconfiança da classe artística frente à instituição, foram alguns pontos levantados pelo gestor.
O item que deu margem à críticas da plenária foi sobre o “amadorismo” da classe artística, que obviamente não foi bem recebido pela grande maioria, na fala do Presidente da FCU.
O Diretor Cultural, Antonio Carlos disse do momento histórico que estávamos vivendo, onde uma nova relação da FCU com o segmento artístico se iniciava, endossando a fala do Presidente da instituição.
Os Vereadores Luis Dutra e José Severino, membros da Comissão de Educação e Cultura, deram boas vindas aos presentes, destacando a importância da participação popular e do empenho de todos os envolvidos na política cultural do município.
Em minha participação ressaltei a transparência do gestor em expor os problemas da Fundação às claras, sem ficar colocando a “sujeira debaixo do tapete”, coisa que os outros gestores acabaram fazendo, distanciando-se do segmento artístico, culminando na desativação do Conselho Deliberativo da FCU por praticamente 4 anos e do Conselho Municipal de Cultura há 2 anos, mostras do quão distante estava a instituição de sua função.
Lembrei que naquela data o Coral Cidade de Uberaba completava 17 anos de fundação, necessitando de maior apoio e incentivo aos seus participantes, para que no futuro possamos ter um Coral Municipal, um Corpo de Baile, uma Orquestra Sinfônica, velhos sonhos que sempre tivemos e não desistimos deles.
Convidei o segmento cultural para participar do Fórum Cultural Permanente criado pela ONG-TEU, através de seu blog e das reuniões semanais ordinárias na sede do Teatro Experimental de Uberaba, mobilizando e fortalecendo a categoria.

Encaminhei 4 documentos ao Presidente da Fundação e ao Presidente da Comissão de Educação e Cultura: 1- Propostas da ONG TEU, para a Política Cultural do Município. 2- Estudo e propostas para a Lei Caixeta. 3- Estudo e propostas para o Anteprojeto do Sistema Municipal de Cultura. 4- Estudo e propostas baseadas na Lei de Incentivo à Cultura e Fundo Municipal de Cultura de Uberlândia. Parte dessa documentação havia sido entregue à Câmara em outubro de 2008 e em reuniões anteriores convocadas pela Comissão de Educação e Cultura. A audiência em questão, é resultado desses encontros, amadurecendo propostas para uma nova política cultural, que praticamente não existia.
Propus também a criação de uma comissão ampliada para enviar oficio à UFTM solicitando a criação das Faculdades de Música, Artes Visuais, Artes Cênicas, Filosofia e Ciências Sociais.
A primeira Presidente do Conselho Municipal de Cultura e Conselheira Efetiva do TEU-ong, Professora Tânia Mara, fez uso da palavra, e destacou o Plano de Governo da Cultura, avaliando que praticamente 95% de suas propostas ficaram “guardadas na gaveta”. No entanto, disse depositar em Rodrigo Mateus, um voto de confiança e fé para que essa situação se modifique.

Vários temas como: Museus, Capoeira, Circo do Povo, Xadrex, utilização de espaços públicos para a cultura, audiências públicas itinerantes nos bairros, Ecad, Artes Visuais, Teatro, Música, Dança, Profissionalização dos artistas, entre outros, foram debatidos.
Em resposta aos questionamentos, Rodrigo Mateus disse que a partir da Conferência Municipal de Cultura, em outubro, com a implantação do Sistema Municipal de Cultura, uma política cultural planejada e participativa possa dar encaminhamento às reivindicações do segmento. “Trabalho, paciência e participação” é a receita para que “novos dias” possam vir, destacou.
Finalizando, quero aqui agradecer à Comissão de Educação e Cultura, assessores legislativos, cerimonial e TV Câmara, pela iniciativa e apoio à Audiência Pública sobre Cultura, e pelo convite em fazer parte da mesa diretora do evento, o que muito me honrou.
Aos artistas, agradeço a presença e apoio, pedindo desculpas se não pude contemplar a expectativa de todos.
Ao Presidente da Fundação Cultural, extensivo a toda sua equipe, agradeço pela transparência e disposição em implantar o Sistema Municipal de Cultura, que com certeza será um novo marco para a cultura de Uberaba.
Aos Conselheiros da Fundação, Marco Túlio Reis e André Azevedo, meu agradecimento pelo prestígio da presença e apoio ao evento.
À Imprensa local, especialmente ao Jornal da Manhã e Rádio JM pelo apoio.

Uberaba, 26 de setembro de 2009

Carlos Perez

p/ TEU-ong, Produtor Cultural
Professor do C.E.M. Renato Frateschi

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Trupe DOOM na Trilha da Primavera 2009

Trilha Ecológica, roda de poemas e teatro de rua foram os pontos de destaque da Trilha da Primavera promovida por Mirna Miranda para "O Tatu vai a pé - Passeios Ecológicos". O evento foi realizado na cidade de Veríssimo dia 20 de setembro.

Abraço a todos que compartilham desta idéia conosco.

Mirna Miranda

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Comissão da Câmara dos Deputados aprova garantia de recursos para a cultura

(...) O parecer destina à cultura 2% dos impostos federais, 1,5% dos estaduais e distritais e 1% dos municipais. Porém, dentro dos 2% de responsabilidade da União 20% deverão ser destinados aos estados e ao Distrito Federal e 30% para os municípios. Segundo o presidente da comissão especial, deputado Marcelo Almeida (PMDB-PR), atualmente o orçamento da cultura representa 0,5% das receitas federais, o que equivale a cerca de R$ 1,3 bilhão. Se esse percentual subir para 2%, a União deverá reservar cerca de R$ 5,3 bilhões para o setor.
Fonte: Agência Câmara
Em nível nacional seria uma grande vitória. Em âmbito estadual e municipal, nem tanto. Ter 1% dos impostos municipais para a cultura, dependendo do município, é vergonhoso. Mais vergonhoso no entanto, é não destinar nem mesmo esses míseros 1% para o segmento cultural. Em nível municipal ao menos sairíamos da miséria absoluta para a pobreza.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Artistas aprovam audiência pública para discussão do sistema cultural - Jornal da Manhã - Mara Santos

Artistas de Uberaba acreditam em resultado positivo para o setor cultural com a realização de Audiência Pública, programada para este mês com objetivo de discutir a cultura no município.
O diretor teatral Cacá Peres fará parte da mesa de debates e adiantou que reuniões com a Comissão Permanente de Educação e Cultura estão sendo realizadas periodicamente, onde participa em nome do TEU-ong. Em outubro será votado o sistema de cultura como parte da Lei de Incentivo à Cultura. Para garantir recursos para o setor, a classe artística está empenhada em levar propostas para serem debatidas durante a audiência. (...)

Saiba mais no link:
http://www.jmonline.com.br/novo/?noticias,2,CIDADE,15662

terça-feira, 18 de agosto de 2009

LUDOSSAURO, CIRCO DO POVO E UNIUBE SÃO PREMIADOS NO "PONTINHOS DE CULTURA"


O Ministério da Cultura, através das Secretarias de Articulação Institucional (SAI), de Cidadania Cultural (SCC) e da Identidade e da Diversidade Cultural (SID), promoveram no período de 13 a 15 de agosto, em Brasília, o I Encontro Nacional dos Pontinhos de Cultura/Espaços de Brincar e Prêmio Ludicidade/Pontinho de Cultura.

Com o objetivo de promover discussão sobre uma política nacional de transmissão e preservação da Cultura na Infância; por meio de ações que fortaleçam os direitos da criança, segundo estabelecido no Estatuto da Criança e do Adolescente; propiciar a sensibilização e formação dos profissionais das instituições selecionadas, ampliando os saberes e fazeres artísticos que valorizam a cultura lúdica local e a cultura da infância no Brasil. Aprofundando as relações transversais existentes entre as diferentes iniciativas da cultura e da infância desenvolvidas pelo Ministério da Cultura que encontram-se presentes nas atuações da SCC, através do Programa Cultura Viva, e da SID, por meio do Programa Diversidade e Identidade Cultural: Brasil Plural.

O evento contemplou a formação dos Ludoeducadores premiados no Edital PONTINHOS DE CULTURA, e implantação da rede desses Pontinhos e a continuidade da primeira oficina Brincando na Diversidade - Cultura na Infância.

O Encontro reuniu 215 iniciativas premiadas em edital nacional em 2008, receberam o prêmio em Uberaba a Associação dos Amigos do Sítio Paleontológico de Peirópolis (Ludossauro), a Fundação Cultural de Uberaba (Circo do Povo) e a Universidade de Uberaba.

Na foto (em anexo), com o Prêmio: Luciana Goulart, representando a Fundação Cultural de Uberaba e Beethoven Teixeira – Ludossauro, Associação dos Amigos do Sítio Paleontológico de Peirópolis ao lado de Adriana Freyberger, arquiteta que projetou o espaço da Ludossauro na Rede Nacional de Paleontologia, representando a Secretaria da Cidadania Cultural – Minc e Pontão Labrimp, Faculdade de Educação da USP.

sábado, 8 de agosto de 2009

COMISSÃO DA CÂMARA E ONG TEU SE ENCONTRAM. LEI DE INCENTIVO EM PAUTA

Lei Municipal de Incentivo à Cultura foi o tema principal do encontro realizado na última sexta, dia 7, pela Comissão de Educação e Cultura da CMU e Carlos Perez (artista, Produtor Cultural, e representante da Ong TEU-Teatro Experimental de Uberaba), no Gabinete do Vereador Godoy.

Os vereadores Godoy e Jorge Ferreira, Assessores Jurídicos da Câmara e Assessoria de Gabinete do Vereador José Severino, juntamente com o representante da ong, avaliaram as Leis de Incentivo em uso ou não, aqui e em outros municípios e traçaram uma meta de trabalho, passando por estudo jurídico, debate com o segmento cultural - em encontro a ser agendado no TEU -, reunião com o gestor cultural do município e outros representantes do executivo, e por último, encaminhamento para votação em plenária.

O encontro faz parte da parceria entre a ONG e Câmara Municipal, onde a convite de Carlos Perez, o Presidente Lourival e o Vereador Godoy estiveram em Uberlândia reunidos com a Secretária de Cultura, Mônica Debs, conhecendo detalhadamente o PMIC - Programa Municipal de Incentivo à Cultura daquele município.

A conhecida "Lei Caixeta", que deu início ao incentivo fiscal à Cultura em Uberaba, será valorizada, passando por alterações viáveis à sua efetiva implantação e utilização. A medida foi aprovada por consenso pela Comissão da CMU e do Produtor Cultural. Outras leis e emendas, dos ex-vereadores, Marilda e Newton Prata, também serão também destacadas, além de outros vereadores, membros do executivo e personalidades da nossa cultura que também contribuirão para a implantação dessa nobre causa. O anti-projeto do executivo que implementa o Sistema Muncipal de Cultura e subsídios a projetos de parceria com a ong TEU, também foram discutidos.

Um "Fórum Cultural Permanente" foi criado no blog da ong e está aberto a todos que quiserem contribuir com sugestões e propostas. http://teuberaba.blogspot.com/

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

PROBRIG apresenta Mostra dos Artistas da Cidade de Franca

JANICE, SÉRGIO RAMOS E MARCELO TAYNARA NO CEBOLA


Amigas e amigos.
Estou enviando o convite pra meus shows do fim de semana:
dia 07/08, às 22:30 hs, Clara às claras, na Churrascaria do Cebola.
É uma homenagem a grande cantora Clara Nunes.

dia 08/07, às 22:30, Ninguém é rei por acaso, homenagem aos 50 anos de carreira de Roberto Carlos.

Os músicos que me acompanham são: Marcelo Taynara: percussão e voz e Sérgio Ramos: violão.

São shows concebidos com muito amor e espero que voces venham dividir esses momentos de prazer conosco. Por favor, ajudem a divulgar. Meu muito obrigada a todos.
Com carinho
Janice Lopez.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

PENA BRANCA INAUGURA DOMINGO CULTURAL NO MERCADO

foto: Reinaldo Ruas
Projeto “Domingo Cultural” da Fundação Cultural de Uberaba, anteriormente intitulado como “Domingo Musical” retorna neste domingo (02), com apresentação da dupla Pena Branca e Tarcísio Manuvéi, além de violeiros do grupo “Viola de Nóis”. O projeto que esteve parado por um tempo para algumas reformulações, retorna neste fim de semana com várias atividades a partir das 11h. Além da mudança no nome do projeto, algumas alterações foram feitas para que o evento atraia grande público e não prejudique o comércio do Mercado Municipal.

Dentre as mudanças está a posição do palco, que agora passa a ser na Rua dos Andradas, em frente à UFTM, por ser um local mais alto e para que o som não ecoe com tanta intensidade para dentro do Mercadão. Outra mudança é com relação às barraquinhas que serão instaladas ao entorno do Mercado, que estarão comercializando vários tipos de comidas e não só bebidas, com opções para todos os gostos, desde salgados e lanches a porções. Uma das determinações da Fundação Cultural foi proibir a venda de pastéis nas barraquinhas, para que as tradicionais pastelarias do Mercado sejam prestigiadas e não saiam prejudicadas. Alguns banheiros químicos também serão instalados para dar conforto aos visitantes do evento.

A abertura do projeto contará com a Orquestra “Viola de Ouro da Fundação” e a FCU espera atrair um grande público para a inauguração do projeto. “Com essas medidas nós esperamos agradar a todos, dando um verdadeiro sentido ao projeto, que consiste em levar não somente música para as pessoas, mas sim de abrir espaço para outras formas de manifestações artísticas e culturais” afirma Rodrigo Mateus de Oliveira Signorelli, Presidente da Fundação Cultural de Uberaba.

Violeiro e cantador mineiro, nascido em Cruzeiro dos Peixotos (Distrito de Uberlândia) e atualmente radicado em São Paulo, Pena Branca há mais de 40 anos segue na estrada difundindo a Cultura Caipira, mesmo após a morte de seu irmão Xavantinho, em 1999, com quem fazia dupla, ele não cessou sua contribuição à música raiz.

Há oito anos Pena Branca e Tarcísio Manuvéi se apresentam juntos. No repertório estão presentes músicas que agradam e emocionam o público de maneira geral, de crianças até mais velhos, sendo elas Calix Bento, Cuitelinho, Menino da Porteira e Triste Berrante, além é claro de Cio da Terra sucesso de Chico Buarque e Milton Nascimento que consagrou a dupla Pena Branca e Xavantinho e não pode deixar de estar presente nos shows.

Marcela Pires - Assessora de Comunicação - Fundação Cultural de Uberaba

imprensa.fcu@gmail.com

terça-feira, 28 de julho de 2009

PRÊMIO FUNARTE DE ARTES CÊNICAS NA RUA

A Fundação Nacional de Artes (Funarte), em parceria com o Instituto Cultural Sérgio Magnani, lança o edital do Prêmio Funarte Artes Cênicas na Rua 2009 para viabilizar projetos de grupos, companhias, trupes e artistas independentes que busquem, em apresentações de rua, um novo significado para o espaço público. Ao todo, 60 projetos serão contemplados, com valores de R$ 20 mil, R$ 40 mil ou R$ 50 mil. As inscrições estão abertas até 7 de agosto.

Podem ser inscritos projetos de montagem ou circulação de espetáculos, performances cênicas e intervenções urbanas. Grupos e artistas com mais de dez anos de atuação na rua têm também a possibilidade de concorrer com propostas voltadas para o registro e a preservação memorialística de suas atividades. (...)

Maiores informações:
http://www.funarte.gov.br/novafunarte/funarte/noticia.csp?NoticiaId=992

FUNARTE - Cadastro de Teatro e Dança - Inscreva-se

TEATRO - Clique no link ou copie e cole no navegador:
http://www.funarte.gov.br/novafunarte/funarte/teatro/index.php

DANÇA - Clique no link ou copie e cole no navegador:
http://www.funarte.gov.br/novafunarte/funarte/danca/cadastro_danca.php

quarta-feira, 22 de julho de 2009

PRESENTES NO TEU ENCONTRO DAS ARTES

Estiveram presentes no TEU ENCONTRO DAS ARTES:
Beethoven Teixeira, José M. Madureira, Carlos Perez, Kleider Risso (representando a última diretoria do TEU-ong), Emílio Roge, Everson Santos, Ludmila Martins, Simone de Almeida, Janice Lopes, Lívia Queiroz, Eduardo Lima, Rosângela Laterza, Pablo Mack, Luana Rodrigues, Cassia Magaly, Nely Pereira, Nilda Valeriano, Consuelo Rezende, Mirna Miranda, Daniel de Castro, Carla Soares e Lúcia Cruvinel.

GRUPOS DE TRABALHO DO TEU - Participe

Um dos encaminhamentos do TEU ENCONTRO DAS ARTES foi a criação de Grupos de Trabalho, divididos em Comissões:
1-Comissão Jurídica: Responsável pelo acompanhamento das questões legais da Ong.
2-Comissão de Projetos Culturais: Responsável pela criação, apoio e encaminhamento de Projetos em nível municipal, estadual e federal.
3-Comissão de Gestão: Responsável pela elaboração de um plano de gestão compartilhada em parceria com a Fundação Cultural de Uberaba.
4-Comissão de Comunicação: Responsável pela comunicação interna e externa da Ong, Relações Públicas, Assessoria de Imprensa.

Participantes: José M. Madureira, Carlos Perez, Lucia Cruvinel, Eduardo Lima, Rosangela Laterza, Ludmila Martins, Emílio Roge, Simone Rodrigues, Consuelo Rezende, Luana Rodrigues.
Participaram como apoiadoras, Mirna Miranda e Janice Lopes.

A Comissão se reuniu no dia 20, com agenda para a próxima segunda, às 17 horas no TEU.

Você está convidado(a) para integrar nossas Comissões, apoiar, dar sugestões.

PROPOSTAS EM ESTUDO - Participe

1- Implantação da pauta inserida no Plano de Governo de Anderson:

Revisão da situação do Teatro Experimental de Uberaba”.

“Negociação de parceria com a direção civil da entidade visando à retomada na função histórica do TEU como centro de formação artística, através de oficinas, cursos e abrigo dos grupos ligados às artes cênicas.”

Visando o cumprimento da proposta acima propomos:

a- Criação de uma gestão compartilhada entre TEU e Fundação Cultural, mediante um Plano de Ação.

b- Dotação orçamentária inclusa na Lei de Orçamento do Município, que contemple o TEU-Ong, possibilitando a retomada de projetos culturais em sintonia com os vários grupos artísticos e agentes culturais de Uberaba.

c- Criação do Grupo de Teatro do TEU, coordenado pela Ong.

d- Oficinas culturais de música, artes cênicas, artes visuais, arte-educação, entre outras.

e- Quinteto de Cordas (QUINTEU)

f- Orquestra Jovem.

2- Regulamentação ou Criação de uma nova Lei Municipal de Incentivo à Cultura e Fundo Municipal de Cultura.

Também inserida no Programa de Governo da atual gestão.

Antiga reivindicação da comunidade artística, a LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA e o FUNDO MUNICIPAL DE CULTURA irão atender uma demanda local, democratizando a participação dos agentes, grupos, ONGs e Instituições ligadas à cultura, dando autonomia ao segmento e descentralizando as ações de políticas públicas.

3- Criação de uma Assessoria Técnica Cultural para encaminhamento e formatação de projetos para captação de recursos em nível municipal, estadual e federal, através das Leis de Incentivo à Cultura já existentes, ou a serem criadas.

A acessibilidade cultural é um dos pontos importantes a serem conquistados.

Muitas vezes o artista é prejudicado em seus projetos por falta de uma Consultoria ou Assessoria Técnica que lhe dê respaldo e apoio.

O TEU, representando importante segmento artístico e cultural de Uberaba, em parceria com uma Assessoria Técnica da PMU, CMU e demais parceiros, encaminharia e acompanharia projetos a serem contemplados por leis municipal, estadual e/ou federal.

4- Implantação do CAMARARTE no TEU

O CAMARARTE, é um projeto da Câmara Municipal de Uberaba que tem como objetivo apoiar os artistas locais, com apresentações artísticas remuneradas.

Obs:O projeto CAMARARTE foi proposto e assinado, na época, pela vereadora Marilda e vereadores Turkinho, Tony Carlos e Pastor Carlos.

5- 45 ANOS DO TEU – TEATRO EXPERIMENTAL DE UBERABA Augusto César Vanucci - Planejamento de eventos comemorativos para o ano de 2010.

a- Programação Cultural com apoio da PMU, CMU, ALEMG, durante a Semana Comemorativa dos 45 anos do TEU, em 21 de abril de 2010, contemplando todos os segmentos culturais, além de citação da data em eventos na sede do TEU durante todo o ano.

b- Publicação de livro e/ou documentário sobre a história da entidade.

c- Reforma do prédio e melhoramentos técnicos.

d- Criação do “TEU Mérito Cultural” concedido a profissionais da arte indicados por representantes do TEU, CMU, PMU, ALEMG.

e- Semana de UBERABA - TEU na Sala da FUNARTE em Belo Horizonte.

f- Homenagem aos 45 de TEU em 21 de abril de 2010 na Assembléia Legislativa do Estado de Minas Gerais.

g- No ano em que Uberaba comemora 190 anos que seja criado selo comemorativo em parceria com a PMU e TEU.

h- Inauguração de placa comemorativa com o nome dos fundadores do TEU, sua primeira diretoria, juntamente com a atual.

6- Parceria da Câmara Municipal, Prefeitura Municipal de Uberaba, Deputados Estaduais e Federais, junto ao Ministério da Cultura, Secretaria Estadual da Cultura visando à captação de recursos para realização de projetos culturais, educativos e profissionalizantes no TEU.

Uma das ONGs culturais mais antigas de nossa região é o TEU.

Verbas federais e estaduais existem para a fomentação da Cultura, e muitas vezes não chega até à base sócio-cultural por falta de apoio político e técnico.

7- Participação do TEU em Consultorias, Assessorias e Coordenação de Projetos Culturais em parceria com PMU, CMU, ALEMG, Câmara Federal.

Artistas e agentes culturais renomados e experientes integram a Diretoria e Conselho do TEU - Teatro Experimental de Uberaba.

Acreditamos que sejam indispensáveis na formulação e participação de Projetos Culturais, tanto junto ao Executivo quanto ao Legislativo.

Formar uma equipe técnica é fundamental para o êxito da equipe política.

9- Apoio e implementação de Cursos Superiores de Artes, Ciências Sociais, Filosofia.

A ausência de Faculdades de Artes no município prejudica não só a valorização dos artistas mas influencia diretamente no mercado cultural local e regional.

Investir na cultura sem o apoio e implementação de Cursos Superiores é caminhar na contramão do desenvolvimento social, educacional, cultural.

Revitalizar o CESUBE e incentivar a criação de Faculdades de Artes na UFTM e outras universidades são pontos prioritários na política cultural de Uberaba.

10- Parcerias com ONGs culturais, entidades de classe e Secretarias de Cultura de outros municípios.

- Parceria com a Secretaria de Cultura de Uberlândia.

- Parceria com o Grupo Artístico EMCANTAR de Uberlândia com propostas de oficinas, apresentações e outras ações culturais e ambientais.

- Parceria com o SESC Uberaba, Uniube, UFTM, Unipac, Escolas Municipais e Estaduais, e outras entidades educativas e culturais, sejam públicas ou privadas.

11- Suspensão da taxa administrativa de utilização da sede do TEU para o segmento artístico.

- Solicitamos que o regimento atual esteja em sintonia com o estatuto e prática histórica do TEU, com a cobrança de 10% do valor arrecadado, quando houver bilheteria, e conseqüente suspensão da atual taxa administrativa para eventos artísticos.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Jornal de Uberaba divulga TEU ENCONTRO DAS ARTES

Em debate
Amanhã, às 18h, acontece o Encontro de Artes no TEU. Na pauta, várias questões a serem abordadas que deverão exaltar os ânimos da comunidade artístico-cultural. Uma delas é a política adotada pelo município. Ao final, será elaborado um documento com o resumo das discussões e as propostas da classe a serem encaminhadas à administração municipal.

http://www.jornaldeuberaba.com.br/?MENU=Colunas&SUBMENU=Bastidores

segunda-feira, 13 de julho de 2009

TEU ENCONTRO DAS ARTES

LOCAL: TEU-TEATRO EXPERIMENTAL DE UBERABA "AUGUSTO CÉSAR VANUCCI"

DIA: 17 DE JULHO (SEXTA-FEIRA)

HORA: 18 HORAS


DIRETORIA DO TEU-ONG CONVIDA OS ARTISTAS, AGENTES E PRODUTORES CULTURAIS, AMIGOS DA CULTURA ( ARTES CÊNICAS, MÚSICA, ARTES VISUAIS, LITERATURA, ÁUDIO VISUAL, PATRIMÔNIO CULTURAL, ARTES INTEGRADAS, HUMANIDADE, E ÁREAS AFINS ), PARA REUNIÃO.

PAUTA:
-HISTÓRICO TEU-ONG;
-INFORMES SOBRE REUNIÃO DO TEU COM A SECRETÁRIA DE CULTURA DE UBERLÂNDIA MÔNICA DEBS, E COM OS VEREADORES GODOY E LOURIVAL.
-INFORMES SOBRE REUNIÃO COM O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO CULTURAL E COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DA CÂMARA.
-PROPOSTAS E PROJETOS DE PARCERIAS E CONVÊNIOS ENCAMINHADOS À CÂMARA MUNICIPAL, FUNDAÇÃO CULTURAL E OUTRAS ENTIDADES.
-POLÍTICA CULTURAL DO MUNICÍPIO/SISTEMA MUNICIPAL DE CULTURA (LEIS DE INCENTIVO À CULTURA, FUNDO MUNICIPAL DE CULTURA E OUTROS);
-ELABORAÇÃO DE DOCUMENTO COM PROPOSTAS COMUNS DO TEU-ONG E COMUNIDADE ARTÍSTICA.
-OUTROS

Contamos com a participação de todos. Divulguem por favor.
O TEU NÃO É MEU NEM SEU, É NOSSO!

Abraços.
Carlos Perez
p/ Diretoria TEU-ONG

CMU, TEU e FCU se encontram

Participei de reunião realizada no anexo da Câmara Municipal de Uberaba no início do mês, agendada pela Comissão de Educação e Cultura da casa, onde estiveram presentes os vereadores Godoy e Dutra, o Presidente da Fundação Cultural Rodrigo Mateus, o Diretor Cultural Antonio Carlos, assessores dos vereadores José Severino, Jorge Ferreira e assessores jurídicos e de comunicação da Câmara.

Fui convidado para a reunião representando a ONG-TEU-Teatro Experimental de Uberaba e como agente cultural, dando continuidade a vários encontros entre a Comissão, TEU e segmentos culturais, com encaminhamento de vários projetos, entre eles a implantação da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, Fundo Municipal de Cultura e parceria com o TEU.

O Presidente da Fundação se mostrou sensível à criação da Lei e Fundo Municipal de Cultura e de uma maior aproximação entre a entidade e o segmento artístico.
Uma prova concreta disso é a própria nomeação do competente Antonio Carlos Marques como Diretor Cultural da FCU. Reconhecimento a quem trabalha pela cultura uberabense há décadas, participou inclusive da Diretoria do TEU, e tem enorme credibilidade junto à classe artística.

Em relação à parceria entre PMU e TEU, no entanto, Rodrigo disse não ter ainda uma opinião formada. - Vamos torcer para que essa parceria aconteça de forma a reconhecer o papel histórico do TEU para a cultura local, regional e estadual, lembrando que temos utilidade pública municipal e estadual e fomos uma das primeiras entidades cadastradas na FETEMIG -.

Várias propostas foram apresentadas pelos vereadores Dutra, Godoy e por mim, representando o TEU, com documento em anexo, entregue ao Presidente da Fundação e ao Presidente da Comissão de Educação e Cultura, Vereador Godoy.
Propostas de convênios entre o TEU, PMU e CMU, projetos envolvendo os diversos segmentos artísticos e a implementação da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e Fundo Municipal de Cultura são algumas das reivindicações. A reivindicação de sede própria da ALTM também foi tema do encontro.
Postagem original
http://vozdocerradocarlosperez.blogspot.com/2009/07/cmu-teu-e-fcu-se-encontram.html

O PODER TENDE A CORROMPER, O PODER ABSOLUTO CORROMPE ABSOLUTAMENTE - Ilcéa Borba Marquez - JM

Com estas palavras, Lorde Acton revelou o quanto conhecia sobre a natureza humana, mais tarde ainda acrescentaria: “Grandes homens quase sempre são homens maus!”. Quando as verdades sobre os regimes nazistas e fascistas vieram a público, ele se tornou um profeta do século XX. Pessoas inteligentes e observadoras, século após século, têm considerado os perigos e os benefícios de permitir a concentração de um grande poder nas mãos de uma só pessoa.(...)

Quando penso nos velhos e conhecidos líderes políticos ou nas famílias oligárquicas que formam, compreendo a extensão dos danos que fazem e ainda podem fazer para todos nós.

----

Confiram o artigo na íntegra no link

http://www.jmonline.com.br/novo/?noticias,22,ARTICULISTAS,11850

----

Excelente artigo da psicóloga e psicanalista Ilcéa. Um grande alerta para a concentração de poder dos nossos dias. Um populismo mesclado a fascismo e outras vertentes maléficas do absolutismo de líderes dos nossos tempos, facilmente visíveis nas esferas municipal, estadual e federal.

Gestão Cultural e Políticas Públicas no IFET

Postagem original em 31 de maio
Foi realizado na semana passada, encontro no IFET sobre Gestão Cultural e Políticas Públicas (curso de extensão da instituição). O Vereador Godoy, Presidente da Comissão de Educação e Cultura foi o convidado especial. Participaram alunos, artistas e pessoas da comunidade. Discutimos
sobre a criação e implementação da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, Fundo Municipal de Cultura e Políticas Públicas para o setor.
Apresentei publicações de livros e cds patrocinados pelo PMIC - Programa Municipal de Incentivo à Cultura de Uberlândia, presenteados pela Secretária de Cultura Mônica Debs, para ilustrar um pouco do que nosso município vizinho tem feito. Nunca é demais lembrar que para o ano de 2009 Uberlândia destinará 1 milhão e 400 mil só para projetos de seus artistas locais.
As reuniões no IFET acontecem toda quarta das 8 às 10h. Aberto a artistas, agentes culturais, simpatizantes.
Informações com Aldo: aldo@iftriangulo.edu.br
Postagem original
http://vozdocerradocarlosperez.blogspot.com/2009/05/gestao-cultural-e-politicas-publicas-no.html

Coluna ALTERNATIVA do JM - Gê Alves / interina

Marcando. Cacá Perez informa que a diretoria da ONG TEU vai se reunir com o presidente da Fundação Cultural, Rodrigo Mateus, e entregar propostas para o setor cultural com cópia à Comissão de Educação e Cultura da Câmara. Na pauta, cobrança do Programa de Governo do prefeito, que prevê parcerias, Lei Municipal e Fundo Municipal de Cultura. Vão aproveitar e solicitar apoio para resolver o problema de mortes de aves que se chocam nos vidros da biblioteca municipal, situação que vem acontecendo há mais de um ano. A ideia é adesivar os vidros com temas culturais e ambientais. Nesta campanha também está engajada a presidente da Academia de Letras do Triângulo Mineiro, Terezinha Hueb de Menezes.

Fonte: Jornal da Manhã
http://www.jmonline.com.br/novo/?colunas,19,ALTERNATIVA,26/05/2009

Protestos e Encontro com MINC e Funarte marcam os primeiros dias do Presidente da FCU


No dia em que os jornais noticiavam o manifesto de vários segmentos artísticos, em protesto à nomeação do novo Presidente da Fundação Cultural, Rodrigo Mateus, e por uma política cultural mais eficiente em Uberaba, acontecia no Anfiteatro do Centro Administrativo um encontro com representantes do Ministério da Cultura e Funarte, para discutir Políticas, Programas e Ações do Ministério da Cultura e outros assuntos do setor cultural.

O Presidente da Fundação Cultural, Rodrigo Mateus (representando o Prefeito), Fernanda Roqueti (representando Silvana Elias) da SEPAI, Vanessa Silva Faria da AMVALE, Aída Ferrari do MINC-MG, Mirian Lott da FUNARTE-MG, compuseram a mesa do evento.

O Hino Nacional, em vídeo, deu início à cerimônia, representando a diversidade cultural de nosso país. Em seguida, o Grupo de Viola da FCU deu um show à parte.
Artistas, agentes culturais, entidades do município e região prestigiaram o encontro. Destaque para as presenças de Beethoven e Lélia Teixeira, Virgínia (Sacramento), Lélia Bruno (Arquivo) e equipe, Lívia Queiroz (atriz), representantes do SESI, Museu do Zebu, TEU, Museu Santa Rita, entre outros.

Um dos pontos importantes e fundamentais do encontro foi sobre o Sistema Nacional de Cultura, enfatizando o Conselho Municipal de Cultura, o Fundo Municipal de Cultura e o ICMS Cultural. Até 30 de setembro é o prazo para que o Município realize sua Conferência, e possa estar apta a receber benefícios fiscais para o Setor Cultural.

Manifestei ao Presidente da FCU a importância de se implementar a Lei Municipal de Incentivo à Cultura e o Fundo Municipal de Cultura, que estão no Programa de Governo de Anderson, e que dariam o suporte necessário para que a classe artística e os segmentos culturais do município possam realizar seus projetos, atendendo assim a uma demanda local, impossível de ser atendida pelas Leis de Incentivo Estadual e Federal. Destaquei também a importância de parceria entre PMU e TEU.

Relatei o encontro com a Secretária de Cultura de Uberlândia, Mônica Debs, acompanhado dos Vereadores Lourival e Godoy, onde fomos conhecer o PMIC – Programa Municipal de Incentivo à Cultura daquele município, implementado há alguns anos. Este ano os recursos chegam a 1 milhão e quatrocentos mil reais. Uma referência cultural em nossa região, que toda classe artística uberabense, tenho certeza, gostaria de ver concretizada por aqui.

Durante o debate viu-se a necessidade também, de uma Consultoria mais sistemática aos Projetos Culturais dos Artistas uberabenses, que de algum modo já vem acontecendo através da SEPAI e FCU. Porém, pode ser intensificado e divulgado com maior ênfase.

No final do evento propus à representante da FUNARTE, Mirian Lott, a possibilidade de realizarmos uma semana cultural dedicada à Uberaba, em Belo Horizonte, a exemplo do que ocorreu no mandato do Prefeito Wagner do Nascimento, com a Semana de Uberaba no Palácio das Artes, onde pude participar com o saudoso Grupo Instrumental Trem Mineiro. Seria uma oportunidade de mostrarmos a dança, teatro, música, artes visuais dos artistas uberabenses na capital do Estado. A idéia foi bem recebida por Mirian e apoiada pela atriz Cássia Magaly, do Grupo UM de Teatro, também presente no evento.

Mãos à obra, pois já perdemos tempo demais e estamos comendo poeira. Espero que com diálogo e boa vontade, encontremos caminhos e soluções para a cultura de Uberaba, respeitando a diversidade de pensamentos e manifestações, característica fundamental nas artes e na democracia.
Postagem original
http://vozdocerradocarlosperez.blogspot.com/2009/05/protestos-e-encontro-com-minc-e-funarte.html

Cacá Perez & convidados II

Charge do Toninho

Charge do Toninho