domingo, 31 de outubro de 2010

Pontos de Cultura: "Na Trilha dos Dinossauros" recebe "Cordas do Cerrado" e "Sabor e Arte"

Em nome do Ponto de Cultura Cordas do Cerrado quero aqui agradecer o convite da Coordenadora do Ponto de Cultura Na Trilha dos Dinossauros, Lélia Inês, a toda sua equipe e comunidade de Peirópolis e em especial a Beethoven Teixeira, nosso amigo e companheiro de luta, para o lançamento desse importantíssimo Ponto de Cultura para o município de Uberaba.
Quero agradecer também o apoio e empenho dos vereadores Godoy e Lerin, pessoalmente e através de suas assessorias, ao TEU, representado pelo Cordas do Cerrado.
Ao Ponto de Cultura Sabor e Arte pelo acolhimento e carinho sempre.
Ao Presidente da FCU, Rodrigo Mateus, que prestigiou o evento e participou de nossa apresentação e das oficinas com os jovens das comunidades rurais presentes.
Ao amigo Madureira, que dirigiu brilhante espetáculo teatral, revelando sempre novos talentos.
Enfim, a todos aqueles que direta ou indiretamente contribuiram para que esse importante evento de lançamento do Ponto de Cultura Na Trilha dos Dinossauros, em Peirópolis, se realizasse com êxito, do qual tivemos a honra de compartilhar.
Obrigado a todos.
Carlos Perez
Coordenador do Ponto de Cultura Cordas do Cerrado
Fotos: Amaranta Roqueti
Oficineira de Informática e Relações Públicas
do Ponto de Cultura Cordas do Cerrado

Representantes dos Pontos de Cultura Na Trilha dos Dinossauros,
Sabor e Arte e Cordas do Cerrado, em Peirópolis. 
Participantes do Ponto de Cultura Cordas do Cerrado com
Vereador Godoy e Madureira (ator, diretor e conselheiro do TEU) em Peirópolis
Oficina do Ponto de Cultura Cordas do Cerrado em atividade
promovida pelo Ponto de Cultura Na Trilha do Dinossauro
Oficina de Prática de Orquestra Cordas do Cerrado, coordenada por Giordan Benfica.
Em destaque Gabriela (cello), Angélica, Rafhael e Joyce (violino).
Oficina de Prática de Orquestra Cordas do Cerrado (oficineiros e aprendizes).
Oficineiro de violino, Robert Cruz, orienta jovens da comunidade.
Oficineiro de cello, Carlos Perez, orienta jovem da comunidade
que mostrou grande talento, ótima postura e sonoridade.

Oficineiro de viola, Marcos Fuzaro, orientando jovens aprendizes.
Presidente da Fundação Cultural de Uberaba, Rodrigo Mateus, Lélia Inês
(coordenadora do Ponto de Cultura Na Trilha dos Dinossauros)
e Carlos Perez (coordenador do Ponto de Cultura Cordas do Cerrado)
Lélia Inês, representantes do Ponto de Cultura Sabor e Arte
da AMUR-Associação de Mulheres Rurais,
que desenvolveram oficinas de artes plásticas e artesanato, e oficineiros
do Ponto de Cultura Cordas do Cerrado.
Ator e diretor teatral, Milo Sabino, integrante do Ponto de Cultura Cordas do Cerrado,
realiza oficina de sensibilização e respeito à natureza, em Peirópolis.

8 comentários:

Anônimo disse...

isso é só um começo, faremos grandes parcerias....Mara Amur

Anônimo disse...

Esse encontro foi muito bom adorei estar participando. Espero poder participar de outros. A todos os participantes do cordas do cerrado parabéns!!!

ellen disse...

Sou Edimar, coordenador do Ponto de Cultura "Cultura Viva". Gostaria de parabenizá-los e dizer que se quiserem conhecer o nosso trabalho, tem algumas fotos e textos nohttp://dimasls.blogspot.com/
Um abraço e sucesso!!!!!!!!!!

ponto disse...

Aos parceiros do Cordas do Cerrado, deixo aqui meu abraço renovando os agradecimentos. Voces deram o toque especial á tarde que preparamos para os adolescentes protagonistas de nosso Ponto de Cultura. O blog está lindo e o filme onde voces interpretam Vivaldi, me fez chorar novamente!!!
Lélia

Anônimo disse...

Foi muito bom participar desse trabalho. Adorei!!!

Abraços,
Goretti - AMUR

Anônimo disse...

Foi uma experiencia super gratificante trabalhar nesse encontro ! Amei gente ,quando é que teremos uma nova oportunidade de trabalharmos juntos novamente?Leila Reis (AMUR)

CULTURA disse...

Parabéns, mas vai aí um comentário! quando falamos de cultura temos diverças maneiras para expressar mas nao podemos de definir as verdadeiras raizes. (cerrado) cerrado é unico do nosso país e no entanto nao vi nenhum coméntário sobre a nossa viola caipira, me desculpe mas verdadeiramente é um instrumento compatível com o nome "cordas do cerrado".
grato.

Cacá SANKARI disse...

Bom dia Cultura. Concordo plenamente. No entanto, a viola caipira e o acordeon também fazem parte do nosso projeto. Nesta oficina especificamente não foi possível tais oficinas. A rabeca também faz parte, inclusive a luteria com incentivo à preservação e construção de instrumentos regionais. Obrigado pela dica e crítica mais do que pertinente e construtiva.

Cacá Perez & convidados II

Charge do Toninho

Charge do Toninho